Liandra da Saúde lamenta extinção da Vara da Infância em Dourados
Foto: Assessoria

Publicado em:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

A vereadora Liandra da Saúde (PTB) considera retrocesso o fechamento da Vara da Infância e Adolescência de Dourados. Durante a sessão remota de segunda-feira (28), ela criticou a decisão do TJMS (Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul) em extinguir o órgão, responsável na tramitação de importantes processos relacionados a infância e adolescência, como casos de violência contra menor de idade e adoções.

Para Liandra, a extinção da Vara da Infância prejudica todo o trabalho que já ocorre com relação as medidas de proteção aos direitos das crianças e adolescentes. “Recebi com surpresa esta decisão pelo fechamento desta Vara em Dourados e como vereadora e assistente social por formação, não posso aceitar este retrocesso em nossa cidade”, lamentou.

A vereadora lembra que recentemente também cogitou a possibilidade da desinstalação a 7ª Vara Cível da Comarca de Dourados, fato que motivou os vereadores irem até a capital buscar entendimento com o presidente do TJ/MS, desembargador Carlos Eduardo Contar, para que a medida não fosse adotada. “Da mesma forma, quero somar esforços aos demais colegas vereadores e a 4ª subseção da OAB para tentarmos reverter esta decisão”, afirmou Liandra.

SAÚDE

Em indicação ao prefeito Alan Guedes (PP) com cópia ao deputado estadual Neno Razuk (PTB), a vereadora Liandra solicita a viabilização de recursos proveniente de emendar parlamentar, na aquisição de um veículo micro-ônibus transformado em unidade móvel para atendimento odontológico aos alunos das escolas deste município. “A destinação deste veículo deve contribuir com a saúde bucal dos alunos da rede municipal, tendo em vista a dificuldade de muitos pais ou responsáveis levarem seus filhos até um consultório odontológico”, justificou.

Fonte: Assessoria CMD

Veja
também

Curta nossa página no Facebook

E fique por dentro dos acontecimentos em Dourados e região